Tags

, ,

É necessário compreender a transição do mundo matriarcal para o patriarcal para, então, compreender como as mulheres se tornaram submissas ao poder dos homens e, paradoxalmente, objeto de perseguição e veneração durante a Idade Média.

Durante mais de três quartos do tempo que os humanos estão na Terra, as sociedades viveram da coleta e caça de animais de pequeno porte e a mulher era considerada sagrada. Quando se inicia a caça de grandes animais e a competitividade entre grupos pela sobrevivência é que os homens se tornam guerreiros e heróis e, consequentemente, ganham maior importância dentro das sociedades matriarcais. As guerras se tornam cada vez mais frequentes e é durante a revolução do neolítico (12 a 10 mil anos a.C) que a reprodução feminina deixa de ser vista como divina e passa a ser controlada pelos homens. Temos neste momento, o surgimento do casamento como é conhecido hoje: a mulher se torna propriedade do homem e a herança é transmitida através da descendência masculina.

Líder espiritual da tribo Yagahl retratada em 10000 a.C

De acordo com Campbell (1964, apud MURARO, 2011, p. 11), a história pode ser contada através de quatro grupos de mitos sobre a criação do mundo. No primeiro grupo estão os mitos que contam a história do mundo sendo criado apenas por uma deusa-mãe, como o mito de Géia e Nagô, onde os protodeuses ou orixás nascem sem o auxílio de ninguém. No segundo grupo, um deus andrógino ou um casal criam o mundo, como no caso do hinduísmo e do yin e yang da mitologia chinesa.  Um terceiro grupo de mitos conta a história de deusas que foram destronadas por deuses masculinos, caso do mito sumeriano de Siduri e do asteca de Xoxiquetzal. A partir de 2000 a.C., os mitos já não possuem a mulher como divindade primária e o mundo “passa a ser criado” por deuses homens. Neste quarto grupo de mitos estão os mitos persa, meda e, principalmente, o mito cristão, onde Javé cria o mundo sozinho em 7 dias, depois  cria o homem e do homem tira a mulher. Nesse momento, o ocidente se transforma em uma sociedade patriarcal e a mulher sai de sua posição sagrada para a inferioridade.

Criação de Eva

Anúncios